RANKING ELABORADO PELA CONSULTORIA URBAN SYSTEMS.

Equipe Atitudenew

O setor de serviços na Região Metropolitana de Campinas (RMC) vem ganhando força e ocupando espaço antes ocupado pela indústria. Com investimentos em novos negócios e disponibilidade de mão de obra altamente qualificada, o segmento passou a ser o maior gerador regional de empregos. As atividades de serviços, principalmente de alimentação fora do lar (como bares e restaurantes) concentram cerca de 68% das novas ocupações ao longo do ano.

Esse dinamismo tem chamado a atenção de empreendedores e investidores, impulsionado a atração de novos empreendimentos para a RMC. O ranking das melhores cidades para se investir em Serviços de 2023, elaborado pela consultoria Urban Systems para a revista Exame, reforça essa força. Na edição atual, quatro cidades da região estão entre as 100 principais, com população acima de 100 mil pessoas.

Campinas aparece na 11º colocação nacional e primeira da RMC, seguida de Paulínia (22ª posição no Brasil), Hortolândia (30ª colocada no país), e Indaiatuba, na 94ª posição nacional, que fecha o quarteto regional.

Além do alto Produto Interno Bruto (PIB) per capita das quatro cidades, outro fator importante que ajuda na atração de novos negócios na área, é o crescimento do turismo de negócios e eventos corporativos nos últimos dois anos, atraindo um grande número de pessoas para hotéis, bares e restaurantes, além de movimentar outros segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *