OBJETIVO É OFERECER ENSINO INDIVUDUALIZADO. PROJETO SEGUE PARA SANÇÃO DO PREFEITO.

Equipe Atitudenew

Os vereadores de Sumaré aprovaram o projeto de lei PL nº 41/2021, que cria a Clínica Escola do Autista. A proposta visa oferecer ensino individualizado aos autistas, potencializar a socialização, aprimorar tratamentos, formar e capacitar profissionais qualificados para crianças, adolescentes e adultos autistas. A matéria foi votada em sessão da Câmara Municipal, na tarde desta terça-feira (29). O texto segue para sanção do prefeito Luiz Dalben (Cidadania).

Se o projeto for sancionado e se tornar lei, a Clínica Escola funcionará como local de triagem para casos mais graves de autismo, cujos portadores apresentam hipersensibilidade. O espaço terá capacidade para atendimento de até 100 autistas, que permanecerão até estarem aptos ao ensino regular.

“O propósito do projeto de lei é fazer com que o município de Sumaré, por meio de ações multidisciplinares de saúde e educação, possa promover a capacitação e o aprimoramento de profissionais que militem com pessoas que apresentam a síndrome e estimule a integração de crianças e adolescentes autistas ao ensino regular”, explica Rudinei Lobo, na justificativa do projeto.

A clínica contará com psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e neuropediatras para diagnóstico, sendo que também funcionará como Centro de Capacitação de Profissionais que lidam ou pretendem lidar com portadores da síndrome.

“Ressaltamos que esta propositura não visa a segregação e sim a inclusão das pessoas com autismo na escola e na sociedade, objetivando minimizar o sofrimento das famílias que ficam sem amparo e direcionamento para enfrentar uma situação tão complexa”, conclui o parlamentar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *