EXIGÊNCIA DE PROPINA PARA LIBERAR EMPREENDIMENTOS, CONFORME MP.

Equipe Atitudenew – Sumaré – SP

A denúncia apresentada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), na 2ª Vara Criminal de Sumaré contra Welington Domingos Pereira por corrupção passiva, foi aceita pelo Juíz Marcus Cunha Rodrigues. A defesa enfatiza que o processo é nulo.

Welington da Farmácia, como é conhecido, é ex-secretário de Governo de Sumaré, mas mantém fortes articulações e influência na política e administração municipal de Sumaré.

De acordo com o MP, investigações revelaram que o ex-secretário exigiu de empresários da construção civil o pagamento de propina para atuar na liberação de empreendimentos na cidade.

Em um dos casos, ele pediu 2% do valor geral de venda de apartamentos. No outro, o pedido foi de uma unidade de imóvel residencial. Encontros entre um representante do secretário e um dos empresários chegaram a ser registrados em fotos durante as diligências.

ENTENDA O CASO

Em 10 de junho de 2022, quando Welington ainda ocupava o cargo na administração municipal, o MP realizou a Operação Tributo Oculto, com o apoio do 1º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), onde foram cumpridos mandados de busca na prefeitura, onde foram apreendidos documentos, e também na residência de Welington, ainda no cargo de Secretário de Governo.

Foram localizados celular, notebooks, computador, pen drives, documentos e R$ 157.600 em dinheiro, que o denunciado tentou ocultar na mochila de um dos seus filhos no momento da chegada da polícia na sua casa.

O secretário chegou a pedir o afastamento do cargo, para evitar alegação de possível interferência na apuração no mesmo dia da Operação e a defesa pediu à Justiça as nulidades que afirma que permeiam desde a origem das investigações.

No entanto, em decisão do juiz Marcus Cunha Rodrigues de Sumaré, expedida no último dia 5, entende que “ao que se infere nesta etapa inicial, não se visualizam excessos que possam ter sido cometidos pelo órgão ministerial na condução dos procedimentos de investigação instaurados no seio daquela instituição”.

O ?ex? Secretário tem objetivos políticos na Cidade e é um dos pré-candidatos a Prefeito em 2024.

Por esse objetivo, e nas ações práticas, fica evidente que Wellington da Farmácia mantém forte influência sobre o poder publico municipal, ao articular com diversas pessoas politicamente, buscando apoio para as eleições de 2024.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *